Image Map

5 Motivos para assistir a Kramer vs Kramer

26 julho 2016


Nunca é tarde para assistir a alguns clássicos, né? Aproveitei as férias para seguir a indicação do podcast Mamilos e ver Kramer vs Kramer, filme de 1979. Para quem ainda não viu, vou falar cinco motivos para assistir ao filme.

1. Tem Meryl Streep no elenco

É muito difícil um filme estrelado por Meryl Streep ser ruim, não é mesmo? Amo praticamente todos os filmes que ela fez e com esse não foi diferente. A história do filme é sobre um divórcio, e Meryl Streep interpreta a personagem Joanna Kramer, que decide ir embora de casa, deixando marido e filho para trás. Ela não é a protagonista do filme, afinal aparece bem menos que o ex-marido, Ted Kramer, porém as cenas que ela participa são lindas e é impossível não torcer pela personagem. Meryl ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante nesse filme em 1980, e o longa ganhou a estatueta de Melhor Filme.

2. É um filme sobre paternidade

Quando Ted é deixado pela esposa, se vê numa situação incomum, ainda mais naquela época: criando seu filho sozinho. Ted trabalha em uma agência de publicidade e a enorme carga de trabalho foi um dos motivos para o casamento não ter dado certo. Agora, ele deve se dividir entre o emprego na agência e as obrigações com o filho, como levar e pegar na escola, levar ao médico, ler para ele e dar toda a atenção que uma criança precisa. Ted sofre muitas pressões no trabalho, principalmente por ser o único homem a ter esse tipo de responsabilidade. Esse filme ensina que, sim, homens tem a mesma capacidade de criar filhos que mulheres. Não existe um talento natural feminino para lidar com crianças, basta se comprometer com os próprios filhos.

3. Fala sobre uma mulher assumindo o controle da própria vida


Joanna, após anos de um casamento infeliz, decide arriscar e começar uma nova vida. Em uma carta que escreve ao filho, ela diz que normalmente são os pais que vão embora, mas nesse caso é diferente. Nos faz pensar sobre como muitos pais fazem isso com seus filhos, deixando toda a responsabilidade com as mães, sem sofrer todo o julgamento que Joanna sofreu. Mesmo sem um emprego em vista ou lugar para ficar, a personagem decide recomeçar a vida e ser independente. Ela não deixa de entrar em contato com o filho Billy, mas a própria felicidade é a prioridade de Joanna.

4. Billy é muito fofo


É impossível não amar o personagem Billy, interpretado por Justin Henry. No início ele faz de tudo para chamar a atenção do pai e sofre muito com o afastamento da mãe. Ao longo do filme, porém, ele e Ted constroem uma amizade incrível. Difícil não rir e chorar com esse personagem,

5. Tem na Netflix

O filme está disponível no catálogo da Netflix, então aproveite que o mês de férias não acabou e dê o play. Kramer vs Kramer tem menos de duas horas de duração, passa muito rápido e você vai rir e chorar com a história de Ted, Joanna e Billy Kramer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Além do look do dia. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design